[…] o aspecto principal de sua tarefa [trabalhador do Centro Espírita] é o de ouvir e orientar, carinhosamente, as pessoas que procuram o Centro Espírita em busca de lenitivos para suas dores e necessidades […].

Referência:
FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA. Conselho Federativo Nacional. Orientação ao Centro Espírita. 6a ed. Rio de Janeiro: FEB, 2004. – cap. 5