[layerslider id=”3″]

A Gênese é uma das cinco obras básicas da Codificação do Espiritismo. É um livro que, conhecido e estudado, proporciona uma oportunidade excepcional de imersão em grandes temas de interesse universal, abordados de forma lógica, racional e reveladora. Divide-se em três partes: na primeira parte, analisa a origem do planeta Terra, de forma coerente, fugindo às interpretações misteriosas e mágicas sobre a criação do mundo; na segunda, aborda a questão dos milagres, explicando a natureza dos fluidos e os fatos extraordinários contidos no Evangelho; na terceira enfoca as predições do Evangelho, os sinais dos tempos e a geração nova, que marcará um novo tempo no mundo com a prática da justiça, da paz e da fraternidade. Os assuntos apresentados nos dezoito capítulos desta obra têm como base a imutabilidade das grandiosas leis divinas.
Print Friendly, PDF & Email

CAPÍTULO XV – OS MILAGRES DO EVANGELHO

JESUS CAMINHA SOBRE AS ÁGUAS

41. – Logo, Jesus obrigou seus discípulos de entrar no barco, e de passar ao outro bordo antes dele, enquanto que ele reverenciava o povo. – Após tê-lo despedido, ele subiu sozinho sobre uma montanha para rezar: E tendo vindo a tarde, ele se encontrou sozinho naquele lugar.

Entretanto, o barco era fortemente batido por ondas no meio do mar, porque o vento estava contra. – Mas à quarta vigília da noite, Jesus veio a eles caminhando sobre o mar (o lago de Genezaré ou de Tiberíades). – Quando eles o viram caminhar assim sobre o mar, eles se turbaram e diziam: É um fantasma, e bradaram de pavor. – Logo, Jesus lhes falou e lhes disse: Acalmai-vos, sou eu, nada que temer.

Pedro lhe respondeu: Senhor, se sois vós, ordenai que eu vá até vós caminhando sobre as águas. – Jesus disse-lhe: Vinde. E Pedro, descendo do barco, caminhou sobre a água para ir a Jesus. Mas vindo um grande vento, ele teve medo; e, começando a afundar, gritou: Senhor, salvai-me! – Logo, Jesus, estendendo-lhe a mão, tomou-a e lhe disse: Homem de pouca fé, por que duvidastes? – E subindo no barco, o vento cessou. Então, os que estavam neste barco, aproximando-se dele, adoraram-no e disseram-lhe: Vós sois, realmente, filho de Deus. (São Mateus, cap. XIV, v.22 a 33)

 

42. – Este fenômeno encontra sua explicação natural nos princípios expostos anteriormente no cap. XIV, n° 43.

Jesus, embora vivo, pôde aparecer sobre as águas sob uma forma tangível, enquanto que seu corpo carnal estava alhures; é a hipótese a mais provável. Pode-se reconhecer, até, nesse relato, certos sinais característicos das aparições tangíveis. (Cap. XIV, n°. 35 a 37)

Por outro lado, seu corpo poderia ser sustentado e seu peso ser neutralizado pela mesma força fluídica que mantém uma mesa no espaço sem ponto de apoio. O mesmo efeito é por várias vezes produzido sobre corpos humanos.

Print Friendly, PDF & Email