[layerslider id=”3″]

A Gênese é uma das cinco obras básicas da Codificação do Espiritismo. É um livro que, conhecido e estudado, proporciona uma oportunidade excepcional de imersão em grandes temas de interesse universal, abordados de forma lógica, racional e reveladora. Divide-se em três partes: na primeira parte, analisa a origem do planeta Terra, de forma coerente, fugindo às interpretações misteriosas e mágicas sobre a criação do mundo; na segunda, aborda a questão dos milagres, explicando a natureza dos fluidos e os fatos extraordinários contidos no Evangelho; na terceira enfoca as predições do Evangelho, os sinais dos tempos e a geração nova, que marcará um novo tempo no mundo com a prática da justiça, da paz e da fraternidade. Os assuntos apresentados nos dezoito capítulos desta obra têm como base a imutabilidade das grandiosas leis divinas.
Print Friendly, PDF & Email

CAPÍTULO XV – OS MILAGRES DO EVANGELHO

SONHOS

3. – José, diz o Evangelho, foi advertido por um anjo que lhe apareceu em sonho e lhe disse para escapar para o Egito com o filho. (São Mateus, cap. II v.19 a 23).

As advertências por sonhos representam um grande papel nos livros sacros de todas as religiões. Sem garantir a exatidão de todos os fatos reportados e sem os discutir, os fenômenos, por eles mesmos, não têm nada de anormal quando se sabe que o tempo do sono é aquele em que o Espírito se desliga dos laços da matéria, penetra momentaneamente na vida espiritual onde se reencontra com os que conhecera. É frequentemente este momento que encontram os Espíritos protetores para se manifestar a seus protegidos e lhes dar conselhos mais diretos. Os exemplos autênticos das advertências por sonhos são numerosos, mas é preciso inferir apenas que nem todos os sonhos sejam advertências e ainda menos, que tudo o que se vê e, sonhos tenham sua significação. É preciso enfileirar entre as crenças supersticiosas e absurdas a arte de interpretar sonhos (cap. XIV, n° 27 e 28).

Print Friendly, PDF & Email