[layerslider id=”3″]

A Gênese é uma das cinco obras básicas da Codificação do Espiritismo. É um livro que, conhecido e estudado, proporciona uma oportunidade excepcional de imersão em grandes temas de interesse universal, abordados de forma lógica, racional e reveladora. Divide-se em três partes: na primeira parte, analisa a origem do planeta Terra, de forma coerente, fugindo às interpretações misteriosas e mágicas sobre a criação do mundo; na segunda, aborda a questão dos milagres, explicando a natureza dos fluidos e os fatos extraordinários contidos no Evangelho; na terceira enfoca as predições do Evangelho, os sinais dos tempos e a geração nova, que marcará um novo tempo no mundo com a prática da justiça, da paz e da fraternidade. Os assuntos apresentados nos dezoito capítulos desta obra têm como base a imutabilidade das grandiosas leis divinas.

CAPÍTULO XVII – PREDIÇÕES DO EVANGELHO

PERSEGUIÇÃO DOS APÓSTOLOS

10. – Dai-vos guarda dos homens, porque eles vos farão comparecer em suas assembleias, e eles vos farão chicotear nas sinagogas; vós sereis apresentados, por minha causa, aos governantes e aos reis, para lhes servir de testemunhas, bem como as nações. (São Mateus, cap. X, v. 17 e 18)

11. – Eles vos expulsarão da sinagoga; e tempo virá no qual aquele que vos fará morrer crerá fazer uma coisa agradável a Deus. – Eles vos tratarão desta sorte porque não conhecem nem meu Pai nem a mim. – Ora, eu vos digo estas coisas a fim de que, quando o tempo vier, vós vos lembrareis do que eu vos disse. (São João, cap. XVI, v. 1 a 4)

12. – Sereis traídos e liberados aos magistrados pelos vossos pais e vossas mães, pelos vossos irmãos, pelos vossos parentes, pelos vossos amigos, e se fará morrer vários dentre vós; – e sereis odiados por todo mundo, por causa de meu nome. – Entretanto, não se perderá um cabelo de vossa cabeça. – É por vossa paciência que possuireis vossas almas. (São Lucas, cap. XXI, v. 16 a 19)

13. – (Martírio de São Pedro) Em verdade, em verdade, eu vos digo, quando éreis mais moço, vós vos cingíeis a vós mesmos e íeis aonde queríeis; mas quando fordes velho, estendereis vossa mão e um outro vos cingirá para onde não desejareis. – Ora, ele dizia isto para marcar por qual deveria glorificar Deus. (São, João, cap. XXI, v. 18 e 19)