[layerslider id=”3″]

A Gênese é uma das cinco obras básicas da Codificação do Espiritismo. É um livro que, conhecido e estudado, proporciona uma oportunidade excepcional de imersão em grandes temas de interesse universal, abordados de forma lógica, racional e reveladora. Divide-se em três partes: na primeira parte, analisa a origem do planeta Terra, de forma coerente, fugindo às interpretações misteriosas e mágicas sobre a criação do mundo; na segunda, aborda a questão dos milagres, explicando a natureza dos fluidos e os fatos extraordinários contidos no Evangelho; na terceira enfoca as predições do Evangelho, os sinais dos tempos e a geração nova, que marcará um novo tempo no mundo com a prática da justiça, da paz e da fraternidade. Os assuntos apresentados nos dezoito capítulos desta obra têm como base a imutabilidade das grandiosas leis divinas.
Print Friendly, PDF & Email

CAPÍTULO XVII – PREDIÇÕES DO EVANGELHO

VOSSOS FILHOS E VOSSAS FILHAS PROFETIZARÃO

59. – Nos últimos tempos, diz o Senhor, derramarei meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão; vossos filhos criados terão visões e vossos anciões terão sonhos. – Nesses dias, derramarei meu Espírito sobre meus servos e sobre minhas servas e eles profetizarão. (Atos, cap. II, v. 17 e 18)

60. – Si se considerar o estado atual do mundo físico e do mundo moral, as tendências, as aspirações, os pressentimentos das massas, a decadência das velhas ideias que se debatem em vão após um século contra as ideias novas, não se pode duvidar que uma ordem de coisas se prepara e que o velho mundo encontra-se em seu fim.

Se agora, fazendo a parte da forma alegoria de certos quadros e auscultando o senso íntimo de suas palavras, compara-se a situação atual com os tempos descritos por Jesus como devendo marcar a era da renovação, não se pode desconvir eu várias de suas predições recebem atualmente seu cumprimento; de onde é necessário concluir que atingimos os tempos anunciados, o que confirmam sob todos os pontos do globo os Espíritos que se manifestam.

61. – Assim, como se tem visto (Cap. I n° 32), o advento do Espiritismo, coincidindo com outras circunstâncias, realiza uma das mais importantes predições de Jesus pela influência que deva forçosamente exercer sobre as ideias. É de outra forma claramente anunciada naquela que é reportada aos Atos dos Apóstolos: “Nos últimos tempos, diz o Senhor, derramarei meu Espírito sobre toda carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão”.

É o anúncio inequívoco da vulgarização da mediunidade de nossos dias que se revela entre os indivíduos de todas as idades, de ambos os sexos e de todas as condições e consequentemente a manifestação universal dos Espíritos, porque sem os Espíritos não haveria médiuns. Eis aí, é dito, encontrará nos últimos tempos; ora, desde que não nos tocamos ao fim do mundo, mas, ao contrário à sua regeneração, é preciso que se entendam tais palavras: o fim dos tempos do mundo moral que termina. (Evangelho conforme o Espiritismo, cap. XXI)

Print Friendly, PDF & Email